Elul, mês em que nos preparamos para a chegada dos Grandes Dias festivos!!!

elul

Elul é o último mês do ano judaico. Como preparação para Rosh Hashaná, o Dia do Julgamento, que vem logo em seguida.
Elul é marcado por vários costumes especiais e tradições.No mês de Elul, fazemos um balanço geral de tudo que fizemos no decorrer do ano.A santidade exige preparação. Nossa principal tarefa não é criá-la mas sim nos tornarmos um receptáculo para a santidade, que surge de acordo com a maneira da preparação
O mês de Elul é a chave para destrancar o significado interior e mais potente do coração. Como é sabido, as letras hebraicas para formar a palavra “Elul” – alef, lamed, vav e lamed, são um acrônimo para a frase (do Cântico dos Cânticos bíblico) ani l’dodi v’dodi li, que significa “Eu sou do meu amado e meu amado é para mim.”
Essa frase linda e romântica é aquela que representa nosso relacionamento com o Criador, que é frequentemente comparado ao relacionamento entre marido e mulher, uma noiva e um noivo, em nossas vidas individuais.
O Zohar explica que no início de Elul estamos achor el achor, que significa “costas com costas”, e ao final de Elul estamos panim el panim, “face a face”.
É o mês de Elul que nos ensina a necessidade de estarmos dispostos a nos voltar. O Rei está no campo, nosso Criador está ali, e não importa como possamos nos sentir, Ele nunca deu as costas. Tudo que precisamos fazer é nos virar para perceber que Ele está ali e esperando por nós. O “costa a costa” que vivenciamos no início do mês é baseado em nossas percepções equivocadas, nossos temores, nossas presunções. Somente quando nos viramos entendemos a verdade, a essência interior, e então ficamos “face a face”, o que não somente significa que podemos finalmente olhar um para o outro, mas além disso, podemos olhar um no outro – pois o radical da palavra face, panim é o mesmo que pnimiyut, que significa “interiorização”
Então é por isso e como Elul é o mês que começa de costas e termina face a face. No início do mês não estamos conscientes da realidade que “Eu sou para meu amado e meu amado é para mim.” Porém, trabalhando em nós mesmos durante o mês, estando dispostos a nos virar e fazer mudanças, começamos a entender que nosso Criador jamais virou as costas. Ele sempre esteve nos encarando, e apenas esperando que nos viremos. E quando o fazemos, então somos como dois lameds que estão face a face, que formam o coração judaico e que são a essência do mês de Elul.
Que sejamos abençoados com a capacidade de canalizar os poderes do mês de Elul, de reconhecer e revelar nossa capacidade de aprender e ensinar, e através disso, ficar face a face com nós mesmos, com nossos entes queridos e com nosso Criador, como somos ensinados pelo coração judaico.

Costumes de Elul – Selichot

São Preces de Perdão que costuma-se fazer nos dias que antecedem Rosh Hashaná. O mês de Elul é comparado a um período em que o Rei, sempre confinado em seu palácio, sai ao campo e está mais próximo e acessível ao povo. Do mesmo modo, D’us, o Rei do Universo, neste mês está mais próximo de Seu povo e aceita e condece seus pedidos. Para isto é necessário haver uma preparação sincera através de um balanço espiritual, uma reflexão profunda sobre nossos atos passados a fim de corrigir nossas falhas e tomar boas resoluções para o ano que se aproxima.

Clique aqui para ler o texto completo de Selichot em Hebraico.

Inicia-se:
Uma semana antes de Rosh Hashaná.

Duração:
1 semana.

Costumes

Cemitério
Nos dias que antecedem Rosh Hashaná, costuma-se visitar os túmulos de parentes para solicitar que intercedam perante D’us, a nosso favor.

Selichot
As primeiras Selichot são lidas na noite de sábado, conforme o costume Chabad, precedendo Rosh Hashaná, geralmente logo após a meia-noite. Se o primeiro dia da festa coincidir com uma segunda ou terça-feira (jamais pode ser num domingo, quarta ou sexta-feira), as Selichot são iniciadas uma semana antes.

Ashkenazi
Segundo o costume ashkenazi, recitam-se selichot na semana anterior a Rosh Hashaná.

Sefaradi
Conforme o costume sefaradi, recitam-se selichot durante todo o mês de Elul.

Tsedacá
Aumenta-se diariamente a doação para caridade.

Shofar
Durante todo o mês de Elul, o shofar é tocado diariamente, exceto no shabat e na véspera de Rosh Hashaná.

Saudações
Desde o início do mês de Elul saudamos amigos e familiares com o voto de Ketivá Vechatimá Tová, “que sejam inscritos e selados para um Ano Bom”.

Salmos
O Salmo 27 é adicionado às orações diárias da manhã e da tarde.

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s