Aprendendo a rezar

A prece é um importante componente da recuperação para quem está doente.

Começamos cada dia rezando por outro dia de saúde, e pedimos a D’us por serenidade, coragem e sabedoria.

Algumas pessoas, especialmente no início da recuperação, reclamam quenão sabem como rezar. “Tentei rezar” – dizem eles – “mas não consigo.” Alguns veteranos recomendam: “Apenas diga as palavras, mesmo que não sinta nada. O sentimento acabará por surgir.”

Às vezes a dificuldade para rezar origina-se de uma forte auto-suficiência. Simplesmente não conseguimos nos forçar a pedir ajuda, nem mesmo a D’us, porque devemos fazer tudo por nós mesmos. Estes sentimentos de onipotência são característicos da doença,, e se dissiparão com o restabelecimento.

Geralmente rezamos por aquilo que consideramos as necessidades básicas da vida: saúde, sabedoria e meios para viver confortavelmente. Porém a prece deve ser por outras coisas também. Por que não rezar pedindo a capacidade de rezar? Poderíamos dizer: “Querido D’us, tenho tentado me comunicar com o Senhor, mas não sei como. Por favor, ajuda-me a chegar a Ti e aprender a me comunicar.”

Isto não é nem um pouco estranho. Comemos tira-gostos antes da refeição. Se podemos comer para estimular nosso apetite, então também podemos rezar para estimular nosso desejo de nos conectar com o Criador.

*( Fonte: chabad.org.br)
(Imagem:Theodor Tolby)

4 comentários sobre “Aprendendo a rezar

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s